top of page

O PODER DOS RITUAIS

Cada pessoa tem seu jeitinho pessoal de fazer o dia ficar mais leve, e eu, particularmente, uso rituais dos mais diversos pra fazer isso...

Definir o meu processo, passou por muita psicoterapia, prática, experiências, leituras, e eu decidi compartilhar com vocês, porque pode inspirar alguém por aí...


Pequenas pausas na rotina cotidiana Pra mim, é importante intercalar meus afazeres profissionais com pequenas pausas, em que eu: respiro, encho minha garrafinha de água (nutri aprova), como uma fruta, dou uma volta pela casa (estou em home office), me alongo, me espreguiço, ou até me permito 5 ou 10 minutos de instagram ou joguinhos no celular (não recomendo se você não tem autocontrole - eu to aprendendo).


Atividade física com músicas gentis Como eu sou uma pessoa que curte atmosferas, a música é importante pra eu me conectar com aquele momento, enquanto organizo o espaço em que eu vou praticar minha atividade (no caso, pratico em casa mesmo), eu coloco uma música gostosa, acendo meu incenso, me espreguiço, pra então começar.



Escalda pés Esse aqui tem meu coração, é um momento pra eu ficar de olhinhos fechados, contemplando minha companhia, de preferência num cantinho escuro (gosto de fazer a noite), com silêncio ou "white noise", também coloco um cheirinho (seja óleo essencial, vela aromática ou incenso) e me permito estar por um tempo. Depois disso, faço automassagem nos meus pés com um hidratante beeem gostoso.




Banhos calmos Tomar banho, à luz de velas, com um sonzinho leve, gosto de colocar uma bacia com um pouco de água e sais de banho (minha "banheira") em que eu possa sentar dentro, levo um chá, um vinho, uma água saborizada e um livro ou o kindle, e lá eu fico, por um boooom tempo... (importante ter consciência e não deixar o chuveiro ligado por todo esse tempo, viu?)



Café e contemplação

O café é a minha refeição preferida no mundo, e é muito gostoso compartilhá-lo com pessoas queridas, mas nesses momentos a solitude me permite alcançar um estado sublime em mim. Ficar sozinha apreciando cada parte, cada textura, sensação, aroma é terapêutico e me permite reconectar comigo mesma, me leva ao meu estado de autoconsciência igual às meditações após a yoga.



1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
Post: Blog2_Post
bottom of page